8 formas que o Sexo afeta o seu cérebro

O sexo é uma verdadeira constante no cérebro de homens e mulheres. Muitos dizem que o mundo é movido por sexo, isso porque as pessoas trabalham para ter dinheiro e serem parceiros desejáveis. Outros veem o sexo muito mais como uma consequência do amor e da paixão, ou apenas com fim reprodutivo.

Entretanto, o sexo pode afetar o seu cérebro em variedade de formas. É o que aponta uma pesquisa conduzida pelo doutor e professor de psicologia da Universidade de Rogers em Nova Jersey, que estudou como a pratica sexual afeta o cérebro e o organismo como um todo.

Sexo vicia

Assim como drogas que são altamente viciantes por fazer a pessoa se sentir bem, relaxada ou até mais ativa, o sexo também é viciante, e pode funcionar como uma droga. Isso porque durante a relação sexual, o organismo libera a dopamina, um neurotransmissor que ativa o cérebro e é um dos grandes responsáveis pela felicidade e o bem-estar.

A dopamina também está em presente em drogas como a cocaína e também em substancias inofensivas como a cafeína, o chocolate e a nicotina. Todas elas ativam esse centro de recompensa no cérebro, que faz com que a pessoa queira mais daquilo.

 

Ótimo antidepressivo

Em uma pesquisa um pouco polemica realizada em 2002 pela Universidade de Albany, nos Estados Unidos analisou a vida sexual de 300 mulheres, que tinham relações com e sem preservativo. O resultado polemico é que mulheres que fizeram sexo sem prestativo tiveram menos sintomas de depressão. Os pesquisadores acreditam que compostos no sêmen, como estrogênio e prostaglandinas possam ter propriedades antidepressivas.

Entretanto, é muito importante frisar que o sexo, para ser prazeroso deve ser seguro para o casal. Por isso, é essencial o uso do preservativo, sempre!! O simples ato sexual já promove um aumento na liberação de dopaminas e endorfinas, que já garante a sensação de alegria e bem-estar.

 

Depressão Pós Sexo

Apesar de o ato sexual está sempre relacionado a muito prazer e felicidade, há casos de pessoas (em geral mulheres) que alegam sentir uma tristeza após o ato sexual. Cerca de 1/3 das mulheres experimentam momentos de tristeza estranha ou de apenas letargia.

Uma das explicações pode estar relacionada à tipo de arrependimento da mulher ou ainda por cobranças sociais quase que invisíveis. Os pesquisadores ainda não encontraram uma explicação concreta e plausível para este fenômeno.

 

Analgésico Natural

Aquela antiga desculpa de dor de cabeça para se esquivar do sexo não faz o menor sentido. Na verdade, a pratica sexual funciona como um analgésico natural, aliviando dores e sintomas de outras doenças. Esse é o resultado de um estudo alemão realizado no ano de 2013.

Entre os participantes da pesquisa, cerca de 60% dos que tinham dores de cabeça leves e 30% com enxaquecas e cefaleias pesadas relatam sentir menos ou nenhuma dor após o sexo. Esse fenômeno pode ser explicado pela liberação de oxitocina no organismo durante o ato sexual. Esse hormônio, conhecido com hormônio do amor tem propriedades analgésicas e anti-inflamatórias.

 

Boa memória ou amnesia temporária

Outro efeito um pouco controverso do sexo no cérebro está na questão da memória. Existem casos de pessoas que relatam uma perda de memória temporária após o sexo. Essa amnesia temporária pode ser causada por algum tipo de stress social, procedimentos médicos ou sexo intenso.

Já outras pesquisam apontam o contrário. Um estudo realizado com ratos na Universidade de Bremen na Alemanha, apontou que roedores que copulavam ao menos uma vez por dia, em um período de 2 semanas desenvolveram mais neurônios na região cerebral responsável pela memória.

O Sexo Acalma

O mesmo estudo da Universidade de Bremen que descobriu a ligação do sexo com melhora da memória, relaciona o sexo frequente a menor stress. O estudo também foi conduzido com ratos, mas os resultados práticos podem ser facilmente percebidos em humanos.

No estudo, os ratos que copulavam com frequência tinham a pressão arterial reduzida, o que acaba ocasião uma redução dos níveis de stress.

Sexo para dormir bem

Sabe aquela piada do homem que é bom de cama? Deita e dorme? Isso pode ser explicado pela ciência. Especialmente em homens, a parte do cérebro responsável pela ejaculação, conhecida como córtex pré-frontal meio que “desliga “após a ejaculação.

Nesse momento é liberada serotonina e oxitocina, que explicam o sono pesado que muitos homens sentem após o sexo.

veja também: https://melhoresconselhos.com.br/testomaster/

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *